Como fazer uma semana pedagógica?

 Dinâmicas de grupo improdutivas, palestrantes que não conhecem os problemas da escola e discussões de pouca utilidade prática. Algumas vezes essas características podem tornar a semana pedagógica um verdadeiro pesadelo para qualquer professor.

Entretanto, com criatividade é possível fazer com que as reuniões de começo de ano sejam uma ferramenta a mais para motivar os professores e criar um bom clima para o ano que está se iniciando. É o que defende o professor do Departamento de Educação da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Geraldo Almeida.

As semanas pedagógicas se dividem em dois momentos: avaliação e planejamento. Segundo ele, é neste momento que se dá a criação de novos projetos pedagógicos para a escola. Ele acredita que é essencial ter em mãos o plano do ano anterior, avaliar o que foi feito, para, em seguida, planejar e criar. Muitas vezes o planejamento foi falho e várias mudanças podem ter ocorrido, a exemplo do ensino de filosofia e sociologia. “É como se a gente estivesse tirando um extrato do banco, só que nesse caso, é um extrato de tudo que foi feito”, explica. Para fazer o primeiro momento, o da avaliação, de forma mais atrativa, Almeida sugere três atividades:

Fotos e vídeos - A fotografia e o vídeo congelam o momento. No lugar de passar horas lendo relatórios, podemos mostrar por meio de fotos o resultado de projetos que foram realizados durante todo o ano. Acompanhados de um questionário curto, os próprios professores poderão apontar o que deu certo e o que precisa melhorar.

 Desenhos e textos – Outra atividade interessante seria pedir para que os alunos fizessem desenhos ou escrevessem sobre as atividades desenvolvidas na escola. Quais atraíram mais a atenção deles? De quais eles não gostaram? O ideal é que os estudantes não se identifiquem. “Dessa forma fica mais lúdico e os professores ouvem os aluno de outra forma. Atividades que para eles podem não ter tanta importância, podem ter um significado inesperado para os alunos.”, defende Almeida.

 Palestras - A palestra tem que estar num plano de formação continuada que vai ter eco durante o ano inteiro. Se os professores dizem que o problema é a indisciplina, os palestrantes devem percorrer esse assunto. “Se as palestras não refletirem o problema da escola, elas não trazem uma ajuda, uma reflexão”, esclarece Almeida. Já na etapa do planejamento, é importante que não só as atividades escolares sejam previstas, como também que os professores procurem delinear o que pretendem fazer naquele ano, profissionalmente. O que acham que precisa ser trabalhado? É necessário fazer algum curso? Veja algumas sugestões.

Troca de papéis – A participação dos pais também é importante nas semanas pedagógicas. Uma forma de envolvê-los é convidando-os a assumirem uma função dentro da escola. Eles fazem o planejamento como se fossem o professor de matemática ou a merendeira. Com isso, surgem várias idéias e projetos.

Metas pessoais – Não só a escola como também cada aluno e cada professor tem que ter a sua meta para superar. Pode ser escrever um livro, levar os alunos para determinado passeio, adquirir um bem, ser promovido.

(Renata Chamarelli)

FONTE: PORTAL DO PROFESSOR / MEC

terça 30 dezembro 2008 20:59 , em PROJETOS E ARTIGOS PEDAGÓGICOS



Nenhum comentário Como fazer uma semana pedagógica?



Seu comentário :

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.242.8.162) para se identificar     



Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para mariadantas

Precisa estar conectado para adicionar mariadantas para os seus amigos

 
Criar um blog